Mulher à frente de loja com porta aberta
 

Ações no ponto de vendas fazem seu negócio crescer

3 min de leitura

Sim, sua loja ou escritório pode ser muito mais do que apenas um ponto de vendas! Com a  estratégia correta, o espaço representa uma oportunidade para mostrar sua marca, apresentar o seu produto ou serviço e ainda conquistar novos clientes. Afinal, é construindo uma conexão entre marca e pessoas que sua empresa se torna conhecida diante do segmento.

O público está cada vez mais exigente e, por isso, é necessário se apresentar como melhor opção, seja em custo-benefício ou em comparação com os demais no mercado. Realizar ações atraentes no seu ponto de venda para que o cliente conheça, crie confiança e efetue sua compra, são as etapas a serem seguidas.

Conversamos com Trish Cotter, Diretora Executiva do Centro Martin Trust de Empreendedorismo no Massachussets Insitute of Technology (MIT), sobre ações para atrair seu público-alvo. Confira algumas dicas que podem ajudar a impulsionar o seu negócio!

Lojas pop-up permitem testes de baixo custo para lançamentos

Você já ouviu falar nas lojas pop-up? A expressão em inglês designa algo que surge de repente – neste caso, são pontos de vendas temporários criadas para divulgar um produto, serviço ou uma marca em determinada região ou época do ano.

O objetivo das lojas pop-ups é levar aos clientes uma experiência diferenciada de compra, trazendo uma  oportunidade para reforçar sua missão e valores de forma moderna. Elas aumentam a visibilidade e alcançam diferentes públicos – ou seja, possíveis novos consumidores também conhecerão a sua marca.  

Para Trish Cotter, este é um ótimo investimento específico para empreendedores iniciantes.  “Se você quer testar algo, vá até onde seus novos clientes estarão e veja que tipo de tráfego você terá, converse com eles”, ela recomenda. “Esse tipo de coisa não custa muito, mas são gatilhos para conquistar as pessoas. ”

Eventos ajudam a atrair novos consumidores para o ponto de vendas

Para muitas pessoas, entender a importância de um evento pode não ser uma tarefa fácil. Em geral, essa opção de estratégia é lembrada por ser um investimento de alto custo, mas Trish Cotter acredita que esse nem sempre é o caso.

A diretora lembra que o bom resultado do evento no seu ponto de vendas depende da estratégia utilizada – mesmo que tenha um orçamento limitado. “Traga as pessoas para dentro, convide alguém que tenha o mesmo público que você e sirva um café”, ela exemplifica. “É um evento de baixo custo, em que você pode aumentar sua base de clientes. Isso precisa ser estratégico – colete e-mails, por exemplo, e mantenha contato com essas pessoas.”

Muitas empresas, atualmente, produzem eventos pensando na experiência cliente x marca e na construção de relacionamento com eles. Palestras sobre assuntos pertinentes, que tenham a ver com a organização e seus consumidores, ações específicas para os 100 melhores clientes e desenvolvimento de brindes personalizados são algumas das estratégias que funcionam para todas as empresas, independentemente do segmento.  

Os benefícios também vão além do retorno financeiro. Um evento pode impulsionar a marca para um outro patamar, já que permite:

  • testar novos produtos e serviços;
  • fortalecer a marca;
  • aumentar o número de clientes;
  • ganhar espaço da concorrência.

Outro ponto importante é diversificar a programação do evento no seu ponto de vendas, de acordo com o público-alvo e o que está apresentando. Além disso, o planejamento de divulgação desse momento nas redes sociais, por parte da marca e público presente, proporciona um retorno significativo.

Uma empresa precisa se manter atualizada e renovada. Os clientes fidelizados são uma parte essencial, mas expandir os horizontes e testar novidades são estratégias relevantes para continuar com destaque entre a concorrência. Por onde vai começar?

Esse artigo foi útil?

Seja o primeiro a votar neste artigo

Pode ser que você goste...

Cyber Monday: como aproveitar a data para impulsionar as vendas de fim de ano

Saiba tudo sobre a Cyber Monday, a queima de estoque da Black Friday. A data comercial já está conquistando empresas em todo o Brasil!

 - 4 min de leitura

Pessoas em estoque com caixas e tablets

Cadastre-se em nossa newsletter
para receber conteúdo exclusivo.