fbpx
Estabelecer um objetivo é primordial para dar início ao seu plano de negócios

Como criar um plano de negócios e tirar sua empresa do papel

7 min de leitura

Criar um plano de negócios e tirar uma empresa do papel ou ampliá-la requer dedicação e organização. Ele é essencial principalmente para pequenas e médias empresas que buscam vencer sobreviver em um período de crise.

Criar um plano de negócios é o primeiro passo para entrar no mundo do empreendedorismo com o pé direito. Mas você sabe a real importância de se planejar para empreender e qual a diferença do documento para um plano estratégico?

Continue lendo este artigo para aprender a criar um bom plano de negócios e utilizar a ferramenta na sua empresa!

O que é um plano de negócios?

Já ouviu o ditado “é melhor prevenir que remediar”? O plano de negócios corresponde exatamente à etapa de prevenção e redução de possíveis riscos no futuro da sua empresa. Ele nada mais é que um documento onde você descreve exatamente o que é o seu negócio, que tipo de serviço ou produto ele oferece, onde atua e onde pretende chegar.

Ao contrário do plano estratégico, que pode e deve ser usado no dia a dia, o plano de negócios deve ser elaborado antes mesmo da fundação ou no momento que decidir ampliá-la, caso se aplique.

Como o nome sugere, o documento serve para planejar e esclarecer para todos os envolvidos no negócio quais são as metas e objetivos a serem alcançadas e quais passos devem ser tomados para alcançá-los.

Ter este mapeamento antes mesmo de iniciar sua empresa é fundamental, pois a ferramenta ajuda a analisar o negócio e o mercado na qual ele se insere, a fim de restringir falhas antes mesmo que elas aconteçam. Vale lembrar que o plano não é capaz de eliminar os riscos, mas se mostra eficaz para um cenário de simulações e predições com base em dados.

Passo a passo para criar um plano de negócios para pequenas e médias empresas

Colocar um plano em ação pode parecer complicado, mas seguindo o passo a passo tudo fica mais fácil. Pequenas e médias empresas precisam de planejamento e clareza para crescerem saudáveis, por isso pensar cada etapa deste plano é extremamente importante. Seja detalhista e tome o tempo necessário em cada tópico. Vamos começar?

Sumário executivo: Ponha tudo no papel

O sumário executivo é um resumo do seu negócio e, por isso, é recomendado que seja escrito por último. Ainda assim, é preciso saber que esta etapa essencialmente corresponde a uma breve descrição da sua empresa e seus diferenciais competitivos no mercado.

Nela você irá especificar em até 3 páginas itens simples como a missão, o perfil dos empreendedores, o segmento de clientes que serão atendidos, os produtos e serviços oferecidos pelo seu negócio e principais benefícios. Além disto, também é nesta etapa que você irá informar a localização da empresa, o investimento total, a forma jurídica e o enquadramento tributário.

Lembre-se de caprichar, pois ao apresentar sua empresa a futuros investidores e possíveis franqueados, este resumo é o que irá encantá-los ou não.

Análise de mercado: Seja específico

Agora é a hora de ser específico em suas descrições. A análise de mercado permitirá que você tenha uma visão mais clara do nicho em que sua empresa está inserida. Nele você deverá responder questões como quem é seu público-alvo, quem são seus concorrentes e quais serão seus fornecedores.

Além disso, também é importante definir qual o seu posicionamento e como o seu negócio será visto no mercado, no que diz respeito a valor percebido: seu negócio será reconhecido pela qualidade ou pelo custo-benefício?

É na análise que você irá identificar o seu segmento de mercado. Esta etapa é de extrema importância e depende de intensa pesquisa de campo, pois é a partir dela que você descobrirá quem de fato comprará de você e por quê comprará de você e não do seu concorrente.

Conhecer bem o seu público irá reduzir, e muito, seus gastos com propaganda, pois seus esforços serão muito mais assertivos.

Ao planejar o seu negócio, é preciso analisar o mercado e todos os cenários possíveis a fim de mitigar riscos

Plano de marketing: planejar, planejar e planejar mais ainda

O plano de marketing é o documento que irá estruturar a forma que sua empresa irá ofertar seus serviços e produtos. Nele devem constar os 4 “Ps”, conhece? São eles Produto, Praça (pontos de venda), Promoção (comunicação) e Preço.

Essas são questões importantes para definir o valor percebido da sua empresa. Por isso, é necessário analisar com uma ótica estratégica e levar em conta características como qualidade e utilidade, diferenciação da concorrência e inovações em relação às demais marcas.

Plano operacional: pondo a mão na massa

Aqui você irá descrever o “como fazer”. Ele define como sua empresa irá desenvolver e comercializar seus produtos e serviços, quantas pessoas serão necessárias para entregar um produto ou serviço de qualidade, qual o tempo gasto no processo e quais equipamentos e materiais serão necessários para tocar o seu negócio.

Resumindo, é nesta etapa que você irá pensar em todos os fatores indispensáveis para a sua empresa funcionar no dia a dia. Ao considerar o espaço, os equipamentos e o tamanho da equipe, você terá mais clareza para identificar o tempo necessário para a execução de cada produto ou serviço e, consequentemente, irá descobrir quantos clientes poderá atender por vez.

Parece complicado, mas não é. Se preferir, você pode até desenhar para tentar visualizar como seu espaço irá funcionar. Ter essa etapa planejada pode te livrar de erros futuros como superlotação, sobrecarga da sua equipe e consequentemente, da insatisfação dos clientes.

Plano financeiro: vamos falar de dinheiro

Esta etapa irá definir o investimento necessário para a implementação do seu negócio. Ela apresentará em números todas as ações planejadas até aqui. Nela será preciso identificar os seguintes itens:

  • Investimentos fixos: equipamentos, móveis e veículos
  • Investimentos pré-operacionais: reformas e registro da empresa
  • Capital de giro: recursos financeiros para financiar clientes na venda a prazo e para pagar fornecedores
  • Receitas e custos: análise comparativa entre receitas e custos fixos e variáveis, identificando quanto irá gastar e o retorno esperado.

Com estes dados em mãos, você poderá construir o demonstrativo de resultados, que é o relatório contábil gerencial mais importante da sua empresa. Este relatório mostrará se a sua empresa irá operar com lucro ou prejuízo.

Análise de Cenários e Análise Estratégica

Lembra que falamos no início do texto sobre prevenir? A análise de cenários consiste em simular situações pelas quais sua empresa pode vir a passar.

É nesta etapa que você irá analisar e aprender a administrar os possíveis riscos que a competitividade do mercado poderá causar. Por exemplo, ao simular um cenário negativo, como queda nas vendas, aumento nos custos e um concorrente, você poderá criar estratégias com antecedência para o caso de realmente passar por uma situação como essa no futuro.

Avaliação: hora de bater o martelo

Com todas as etapas anteriores completas, chegou a hora de analisar se tudo está certo, procurar furos e reestruturar o que for necessário. Após a avaliação, seu negócio está pronto para ganhar vida.

Pronto! Agora você já pode tirar sua empresa do papel. Mas lembre-se: vivemos em um mundo de constantes mudanças, portanto, não esqueça de revisar o seu plano de negócios periodicamente e aprimorar, caso seja necessário.

Esse artigo foi útil?

Usuários que acharam útil: 1 de 1

Gostou? Compartilhe!

Pode ser que você goste...

Como fortalecer sua presença digital e manter contato com consumidores no distanciamento social

4 min de leitura Você também tem se perguntado diariamente como manter contato com seu público durante o isolamento? Se no mundo real a sua loja precisa estar em um ponto movimentado para atrair mais clientes, no virtual não seria diferente. Empreender em meio ao distanciamento social significa estar onde seu público está: em casa, […]

 - 4 min de leitura

Entenda como aumentar sua presença digital nas redes sociais

Cadastre-se em nossa newsletter
para receber conteúdo exclusivo.

Cadastro realizado com sucesso!

Você começará a receber as newsletter mensais da Parceira de Negócios em sua caixa de entrada.

Coleta de cookies

Em acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados, informamos aos nossos leitores que o Blog Parceira de Negócios coleta cookies. As informações são utilizadas para melhorar a experiência de navegação e tornar nossso conteúdo cada vez mais útil e assertivo. Ler declaração de cookies

Ler declaração de cookies