Escolher bem seu regime tributário ajuda a manter as finanças da empresa em dia
 

Como escolher o regime tributário da empresa?

4 min de leitura

Escolher um regime tributário para seu negócio pode ser um desafio. No entanto, uma boa decisão pode fazer toda a diferença para o seu futuro.

Em resumo, os sistemas reúnem e sintetizam uma série de impostos, o que ajuda a manter suas obrigações fiscais em dia.

Para saber mais sobre o tema, o Parceira de Negócios conversou com Flávia Viveiro de Castro, especialista em gestão de tributos e professora da Fundação Getulio Vargas (FGV). 

Continue lendo para saber mais!

Regime tributário ideal reduz impostos

Antes de mais nada, Flávia Viveiro de Castro conta a opção por um regime tributário é escolha do contribuinte. Ou seja, não é obrigatória.

Fora no caso do Simples Nacional, já que o modelo reúne alguns tributos, os impostos são pagos separadamente.

Porém, a especialista ressalva que a decisão é importante para a saúde financeira do negócio.

 “Se não fizer a escolha, será entendido pelo Fisco que optou pelo regime do Lucro Real, que possui diversas obrigações que os demais regimes, Lucro Presumido e Simples Nacional, não têm”, conta a professora da FGV. 

Como escolher o melhor regime tributário para sua empresa

Acima de tudo, a escolha do regime tributário faz parte também do seu planejamento financeiro. Por isso, é importante considerar alguns aspectos operacionais durante a sua decisão:

1 – Avalie o porte da sua empresa

Em suma, regimes tributários ajudam a simplificar as obrigações fiscais de diferentes empresas.

Assim, para escolher o melhor para você, é importante identificar se seu negócio se trata de algo pequeno, médio ou grande – ou até mesmo de um micronegócio.

2 – Entenda seu faturamento

No entanto, existem limites de faturamento para cada tipo de regime tributário. Portanto, avalie os resultados, despesas com equipamentos e funcionários.

Além disso, não esqueça das previsões de lucro para sua empresa. Esses dados serão importantes na hora de decidir.

Não hesite em procurar ajuda de um contandor na hora de escolher seu regime tributário
Não hesite em procurar ajuda de um contador na hora de escolher seu regime tributário

3 – Peça ajuda de um contador

Ademais, para tomar uma decisão tão importante para o negócio quanto o regime tributário, vale contar com ajuda. Se for necessário, procure um contador!

Não só o profissional da contabilidade já está familiarizado com todos os detalhes da rotina fiscal de um negócio, mas trará um olhar qualificado e tirará todas as suas dúvidas sobre o processo.

Escolha errada de regime pode afetar o futuro financeiro do negócio

Em geral, os empreendedores podem optar pelos regimes do Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro real.

Contudo, é importante lembrar que cada um atende a um tipo de empresa, das pequenas às grandes. Essa decisão pode ser feita apenas uma vez a cada exercício fiscal.

Dessa forma, uma escolha de regime tributário bem feita é importante para acarretar uma série de benefícios para a empresa. Afinal, além das obrigações fiscais, o dinheiro sempre pode ser bem investido em melhorias para o negócio.

Contudo, a professora da FGV alerta que, no entanto, fazê-la de forma equivocada pode prejudicar o negócio. 

“Digamos que a empresa opte pelo Lucro Real, sem que este fosse obrigatório”, exemplifica, “porém a empresa não tem suporte técnico para apresentar todos os demonstrativos fiscais exigidos por lei e nem condições de armazenar a documentação pertinente”, explica Flavia Viveiro de Castro.

Por conta das multas decorrentes, a especialista completa: “Essa empresa terá sérios problemas em decorrência de uma opção mal feita”.  

Flávia Viveiro de Castro indica revisar a escolha de regime tributário anualmente
Flávia Viveiro de Castro indica revisar a escolha de regime tributário anualmente

Revise sua escolha de regime tributário anualmente

Por fim, é importante incluir em seu planejamento anual, além das rotinas fiscais da empresa, uma reavaliação do regime tributário.

“A legislação de tributos muda todos os anos e, às vezes, mais de uma vez por ano”, lembra Flávia Viveiro de Castro.

Entendeu a importância da escolha do seu regime tributário? Saiba como manter a saúde financeira da sua empresa em dia com as dicas do Parceira de Negócios!

Esse artigo foi útil?

Usuários que acharam útil: 1 de 1

Gostou? Compartilhe!

Pode ser que você goste...

O que é branding e como usá-lo para construir sua marca

Descubra o que é branding e como a estratégia de marketing pode fazer sua empresa crescer

 - 4 min de leitura

Mulher embalando caixas para envio

Cadastre-se em nossa newsletter
para receber conteúdo exclusivo.

Coleta de cookies

Em acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados, informamos aos nossos leitores que o Blog Parceira de Negócios coleta cookies. As informações são utilizadas para melhorar a experiência de navegação e tornar nossso conteúdo cada vez mais útil e assertivo. Ler declaração de cookies

Ler declaração de cookies