Duas mulheres posando em uma loja
 

Black Friday 2019: como se preparar para vender mais

5 min de leitura

A Black Friday faz com que muitos consumidores esperem ansiosamente o mês de novembro. A tradição dos descontos dessa época ganhou forças na internet e, hoje, já tem a aderência de lojas, farmácias e até mesmo restaurantes. Assim, seja você dono de uma pequena ou média empresa, é importante se preparar para a procura dos clientes pelos seus descontos.

Entretanto, a Black Friday não se resume apenas às boas ofertas – é uma oportunidade para atrair clientes, crescer e projetar as vendas para o próximo ano. Confira nossas dicas para a temporada de promoções!

Black Friday: como surgiu e quando chegou ao Brasil

A tradição começou nos Estados Unidos, quando consumidores fazem maratonas de compras na sexta após o feriado de Ação de Graças. Apesar de hoje ser uma das datas comerciais mais importantes do ano, a Black Friday ainda é considerada nova por aqui e chegou ao Brasil apenas no ano de 2010. Em sua estreia, a data reuniu uma média de 50 lojas online do varejo nacional, que faturaram cerca de R$ 3 milhões em vendas.

Tanto lá quanto em nosso país, a data é marcada pelos grandes descontos – uma média de 25%, em setores que variam de eletrônicos, viagens, eletrodomésticos a produtos de beleza. Nos EUA, o foco das liquidações são as redes de varejo e, em 2017, as vendas chegaram a somar quase 700 bilhões de dólares.

Black Friday é oportunidade de conquistar e fidelizar clientes

Para pequenas e médias empresas, a Black Friday é uma oportunidade para conquistar novos clientes. Segundo o Google, na última edição do evento, 71% dos consumidores escolheram lojas diferentes das que costumam comprar, enquanto 33% fizeram compras em uma loja que não conheciam antes.

A Black Friday também é o momento para priorizar os clientes que você já tem. Você pode, por exemplo, oferecer descontos exclusivos para seus consumidores – ou, se trabalha com vendas online, disponibilizar um link personalizado com ofertas para alguns dos seus melhores clientes. É importante que os e-mails sejam enviados de um domínio profissional, com o nome do seu negócio, e não do seu e-mail pessoal. Algumas empresas, como a própria TIM, já oferecem esse serviço com um excelente custo-benefício.

Mulher embalando caixa de encomenda e mexendo no computador

Prepare promoções de Black Friday para um período de tempo maior

Ainda de acordo com o estudo do Google, quase 80% dos consumidores entendem que a Black Friday não está restrita apenas à sexta-feira: as promoções podem se estender por um fim de semana, uma semana inteira ou até mesmo um mês inteiro.

Não é incomum vermos lojas e sites anunciando, além da Black Friday, a Black Week ou o Black Novembro. Por isso, o ideal é preparar promoções para toda a temporada. Variar os setores em promoção de acordo com os dias e descontos progressivos a cada semana são apenas alguns exemplos de estratégias utilizadas.

Combine vendas online e ações no ponto de venda para a data

A Black Friday sempre foi associada ao e-commerce, já que se estabeleceu no digital aqui no Brasil. Mas a tendência é que cada vez mais pontos de vendas físicos também entrem na onda de ofertas. Esse ano será o primeiro em que as intenções de compra em lojas físicas devem se igualar ao comércio online, de acordo com um levantamento do Google em parceria com a consultoria Provokers.

Seu ponto de venda também pode ser incluído na estratégia para a Black Friday como ponto de retirada. O mesmo estudo mostrou que 4 entre 10 consumidores já usaram a opção de buscar suas compras na loja – e a tendência é que esse número cresça na próxima edição.

Compra multicanal crescerá durante a Black Friday

O principal motivo desse aumento é a compra multicanal, online e offline, que deve representar 25% do público total – uma mudança enorme em relação a 2018, quando esse número era de 7%. Segundo a pesquisa, 2 em cada 3 brasileiros pesquisam online antes de comprar na loja física.

Isso significa que é importante que você se prepare para integrar os ambientes digital e físico do seu negócio. Não se esqueça de verificar o estoque, foque no treinamento dos seus vendedores e garante que seu site tenha uma interface de fácil navegação em que o usuário encontre o que procura, por exemplo. O objetivo é criar uma experiência única para seu cliente.

Bom atendimento deve ser priorizado na Black Friday

A chegada do fim do ano representa também um aumento nas vendas, o que também vale para a Black Friday. Assim como ocorre na preparação para o Natal, caso você tenha uma equipe, é importante treiná-la para lidar com esse pico de vendas. Se achar necessário, também vale contratar mais funcionários para reforçar o time e garantir a qualidade no atendimento ao cliente.

Ofereça descontos e vantagens reais para seus consumidores

Há alguns anos, o termo “Black Fraude” se popularizou por conta das muitas denúncias por propaganda enganosa recebidas pelos PROCONs de cada região. A brincadeira aponta para um problema ainda mais grave, que pode afetar consideravelmente a reputação e a saúde financeira de uma empresa. Segundo o Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/1990), as penas podem variar entre detenções e multas.

Os respondentes da pesquisa do Google elegeram a confiança e a reputação como os atributos mais importantes na hora da compra. Por isso, para ter bons resultados nesta Black Friday, é preciso se preparar. É essencial oferecer descontos e vantagens reais para seus consumidores e agregar maior valor à compra. Dessa forma, você consegue usufruir da data para fortalecer esse relacionamento.

Esse artigo foi útil?

Usuários que acharam útil: 1 de 1

Pode ser que você goste...

Como emitir Nota Fiscal: os 3 principais cuidados que você deve ter

Confira os principais cuidados que você deve ter ao emitir Nota Fiscal!

 - 3 min de leitura

Empresária conferindo notas fiscais com a calculadora

Cadastre-se em nossa newsletter
para receber conteúdo exclusivo.